Home Blog

Novo lote de Saques do FGTS inativo tem mais de 41 mil paraibanos na lista

0

Um total de 41.175 mil trabalhadores começam a receber na sexta-feira (12) o saldo de contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) na Paraíba. De acordo com a Caixa Econômica Federal, esse grupo de trabalhadores, que nasceram entre os meses de junho e agosto, vai poder sacar quase de R$ 38,2 milhões.

Para atender a nova fase de pagamentos, as agências da Caixa abrem às 8h na sexta, na segunda (15) e na terça-feira (16). As duas horas extras de atendimento são exclusivas para o público que tem direito ao saque. Apenas as agências que funcionam dentro dos shoppings não aderem a este horário.

Além disso, 11 agências abrem no sábado (13), das 9h às 15h, também para atender exclusivamente os beneficiários. O público vai poder buscar atendimento nas agências Cabo Branco, Trincheiras, Cruz das Armas e Epitácio Pessoa, em João Pessoa; Campina Grande e Borborema, na cidade de Campina Grande; e nas agências das cidades de Bayeux, Santa Rita, Patos, Sousa e Cajazeiras.

Quem tem direito

De acordo com a Medida Provisória 763/16, tem direito ao saque o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. Antes da MP, o trabalhador somente poderia sacar caso permanecesse três anos fora do Regime do FGTS, em caso de aposentadoria, utilização para moradia, dentre outros.

Valores até R$ 1.500,00 podem ser sacados no autoatendimento, somente com a senha do Cidadão. Para valores até R$ 3.000,00, o saque pode ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes CAIXA. Acima de R$ 3.000,00, os saques devem ser feitos nas agências CAIXA.

Para facilidade no atendimento, os trabalhadores devem sempre ter em mãos o documento de identificação e Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para valores acima R$ 10 mil é obrigatória a apresentação de tais documentos.

Polícia prende homem suspeito de tentativa de homicídio em Campina Grande

0

Polícia prende homem suspeito de tentativa de homicídio em Campina Grande

A Polícia Civil, por meio do Núcleo Especializado em Repressão a Tentativas de Homicídios (Nertho), da 10ª Delegacia Seccional de Campina Grande, prendeu em flagrante, na manhã desta terça-feira (21), o comerciante Leonardo Freitas de Sousa, 50 anos. Ele é suspeito de ter praticado o crime de tentativa de homicídio na noite dessa segunda-feira (20) contra Adenilson Araújo Cruz.
O crime ocorreu na casa de Leonardo. De acordo com informações, o suspeito e a vítima passaram toda a tarde bebendo e de uma hora pra outra começaram a discutir e entrar em luta corporal. Em um determinado momento, Leonardo pegou uma faca e desferiu um golpe de faca no peito da vítima. Depois de praticar o crime, ele fugiu deixando o amigo no chão. Pessoas que moram próximo à casa do suspeito ligaram para o Samu e Adenilson foi levado para o Hospital.
Assim que a polícia tomou conhecimento do caso, foi até o Hospital de Trauma de Campina Grande para onde a vítima tinha sido socorrida e estava internada. No momento em que os agentes de investigação estavam colhendo informações para comprovar a história de que o crime teria sido praticado por Leonardo, recebeu uma informação repassada para o número 197 Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds).
Segundo a ligação anônima, Leonardo também teria dado entrada no Hospital de Trauma e na hora da triagem para justificar os ferimentos no corpo informou que teria sofrido um acidente de trânsito, mas quando os policiais do Nertho chegaram ao local o acusado já tinha passado pelo ambulatório e como os ferimentos foram só superficiais ele foi liberado depois da consulta médica.
Diante disso, os policiais continuaram as diligências para localizar o paradeiro do acusado, e, após um longo período de campana, conseguiram encontrar Leonardo no bairro da Liberdade. Ele foi conduzido à delegacia de polícia para lavratura do procedimento policial de tentativa de homicídio. Durante a oitiva, também foi dado cumprimento a mandado de prisão definitiva em decorrência de uma sentença da Justiça, que condenou Leonardo a 14 anos e 4 meses por homicídio simples.
Leonardo Feitas está recolhido na carceragem da Central de Polícia de Campina Grande, no bairro do Catolé. Ele será encaminhado para audiência de custódia nesta quarta-feira (22), mas como já tem uma sentença de prisão definitiva expedida pela Justiça, Leonardo será levado em seguida para o Presídio do Serrotão.